Tomai o vós outros e crucificai-o; porque eu não acho nele crime algum

25 mar

 

“E era a preparação da páscoa, e quase à hora sexta; e disse aos judeus: Eis aqui o vosso Rei.” João 19:14 .

Estamos na semana da Páscoa, onde muitos comemoram com coelhos, ovos de chocolate, ou coisas semelhantes, esquecendo o verdadeiro significado da data. A Páscoa existe para não esquecermos do sacrifício vicário de Cristo na cruz do calvário e de Sua ressurreição ao terceiro dia! Os estudos nos informam que Jesus foi crucificado às 09 horas da manhã de sexta-feira ( a terceira hora dos judeus, contada desde o nascer do sol).  Às 12 horas houve trevas sobre toda terra e às 15 horas Jesus expirou “ E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito” Mateus 27:50.

Jesus, cravado no madeiro, foi erguido entre o céu e a terra como sinal de vergonha e horror. Tudo isso pelos nossos pecados, para que se cumprisse as Escrituras “ Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras” 1 Coríntios  15:3.
.
Ele foi posto entre dois salteadores (ladrões), e foi escarnecido por três grupos distintos de pessoas: “pecadores ignorantes”, “pecadores religiosos” e “pecadores condenados”. Jesus entregou seu espírito, morrendo voluntariamente  “Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai” João 10:18.  Não como apenas mais um mártir da História, mas como sacrifício aceitável e definitivo a Deus “Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mãos” Isaías 53:10 

 

“E, levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota, Onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio” João 19:17-18 . Jesus levou a cruz por mim e por você. No versículo 6 do capítulo 19 de João,  Pilatos relata que não encontrou nada que pudesse incriminá-lo “Ao verem-no, os principais sacerdotes e os seus guardas gritaram: Crucifica-o! Crucifica-o! Disse-lhes Pilatos: Tomai o vós outros e crucificai-o; porque eu não acho nele crime algum.” Jesus foi crucificado na cruz que era para Barrabás. Naquele tempo as cruzes eram feitas do tamanho da pessoa que seria condenada, e no caso de Jesus, Ele não tinha uma cruz confeccionada para Ele. No dia, Barrabás e Jesus estavam sendo julgados, e o povo, sem reconhecer o verdadeiro Messias, salvou o ladrão, e condenou nosso Salvador. Jesus foi crucificado em uma cruz menor que o tamanho dEle, açoitado, humilhado, sem ter culpa alguma. Apenas cumprindo com o mandamento do Senhor e para nos dar a chance da vida eterna.  Que nesse dia venhamos fazer uma reflexão sobre a obra da cruz. Que venhamos quebrantar nosso coração diante de Jesus e reconhecê-lo como nosso único salvador. Único digno de toda adoração e honra. Àquele que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Ele é nosso Senhor!

Deus abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: